Blog Magnus

    Porque quanto mais sedentário estamos, mais parados queremos ficar?

    Por Ex-Magnus Personal Trainer em

    A prática frequente de atividade física tem consequências positivas para a saúde do corpo e da mente. Por outro lado, uma rotina marcada pelo sedentarismo impacta não só a saúde, mas também aspectos diversos do cotidiano, como:

    – Trabalho;
    – Estudo;
    – Lazer.

    Você já notou que quanto mais sedentário estamos, mais parados queremos ficar? É como se estabelecesse um ciclo no qual falta motivação para um dia a dia mais ativo, na medida em que se acumulam os prejuízos da ausência de movimento.

    A mudança pode vir a partir de hábitos pontuais, por exemplo, trocar o transporte público pela caminhada ou o elevador pela escada. O mais importante é não deixar o sedentarismo assumir o controle de sua vida e mostraremos o porquê.

    Corpo parado, corpo cansado

    Atividade física tem o papel de preparar o organismo para executar as tarefas diárias com maior disposição e melhor desempenho. Por isso, sinais de cansaço constante e falta de motivação são mais comuns em pessoas sedentárias.

    Um equilíbrio proporcionado pela combinação de exercícios regulares e alimentação saudável tem reflexos na qualidade do sono, no bem-estar, no ânimo e no próprio estado de saúde.

    Um corpo que não está em movimento é um prato cheio para a preguiça se instaurar e tornar mais difíceis até mesmo as pequenas coisas do cotidiano, como levantar da cama e se arrumar para o trabalho.

    Os sinais não estão apenas na disposição. Uma pesquisa realizada pela Universidade da Califórnia, em San Diego, mostrou que o sedentarismo pode acelerar os sinais de envelhecimento em mulheres, deixando o organismo até 8 anos mais velho em relação à idade cronológica.

    Benefícios de abandonar o sedentarismo

    A Organização Mundial da Saúde (OMS) elenca o sedentarismo como o quarto maior fator de risco de mortalidade em todo o mundo. Para combatê-lo, a agência internacional recomenda a prática de:

    – 150 minutos por semana de atividade leve ou moderada, ou seja, aproximadamente 20 minutos por dia;
    – No mínimo, 75 minutos por semana de atividade mais intensa, cerca de 10 minutos por dia.

    Segundo o Ministério da Saúde, os benefícios da prática de atividade física com regularidade incluem a diminuição de riscos de:

    – Doenças cardiovasculares;
    – Hipertensão;
    – Diabetes;
    – Acidente Vascular Cerebral;
    – Alguns tipos de câncer, entre eles o de mama.

    As repercussões positivas para a saúde abrangem ainda o fortalecimento de ossos e músculos, aumento da disposição e da sensação de bem-estar, melhoria de concentração e memória, além da redução de quadros de ansiedade, estresse e depressão.

    Por que começar uma atividade física?

    Especialistas são unânimes ao afirmar que a realização de exercícios físicos, contanto que seja de forma adequada e com orientação profissional, é fundamental para o funcionamento correto do organismo.

    O corpo responde à prática com a produção de um conjunto de hormônios que potencializa a capacidade física e mental, com resultados no humor, autoestima, flexibilidade e postura.

    Um dos mais famosos hormônios é a endorfina, produzida naturalmente pelo cérebro e responsável por uma sensação de prazer e bem-estar que não se esgota no momento do exercício, extrapolando para toda a rotina.

    Ou seja, abandonar o sedentarismo é um ingrediente fundamental para viver e envelhecer com saúde e disposição, proporcionando ao corpo as condições ideais para vivenciar todas as experiências e oportunidades.

    E então, pronto para deixar o sedentarismo de lado? Que tal acessar outros textos sobre saúde, qualidade de vida e atividade física em nosso blog? Se quiser mais informações sobre nossos serviços, entre em contato pelo telefone ou WhatsApp: (46) 99103-6358 ou clique aqui para falar com nossa equipe!


%d blogueiros gostam disto: