Blog Magnus

    Quais as dificuldades de treinar em casa?

    Por Magnus Personal Trainer em

    Isolamento social é uma medida que visa tentar frear o avanço do contágio do novo coronavírus. Para quem segue uma rotina de exercícios na academia, esses tempos podem ser bastante complicados.

    No entanto, tentar se manter ativo pode ajudar a melhorar a saúde e fortalecer o sistema imunológico, que dificulta o contágio. Ainda assim, a brusca mudança de rotina faz o treino em casa tenha mais dificuldades.

    Saiba quais são as dificuldades de treinar em casa e como driblar esses empecilhos.

    Homem treinando sozinho em casa

    Quais as dificuldades de treinar em casa?

    Academia é, antes de tudo, um espaço de convívio social. As aulas oferecidas ou até mesmo o treino praticado junto a um personal trainer, nos aproxima das demais pessoas e acabamos fazendo amizades que nos impulsionam manter a rotina.

    Sendo assim, ao ter que encarar um treino em casa, a desmotivação pode surgir quase que imediatamente. A falta de empolgação proporcionada pela academia e de troca de experiências durante uma aula faz isso ficar em segundo plano.

    Outra dificuldade que os alunos podem encontrar é a falta um espaço significativamente bom para a prática dos exercícios. Residências muito pequenas podem se tornar mais um fator desanimador.

    Além disso, a falta de convívio social também pode prejudicar a alimentação. O consumo excessivo de açúcar também tende a manter o corpo com menos disposição para continuar cumprindo com a velha rotina de atividade física.

    O que fazer para diminuir as dificuldades de treinar em casa?

    Treinar em casa não requer aparelhos que estão disponíveis na academia. É possível acompanhar páginas de preparadores físicos que se dedicam a postar treinos adaptáveis para serem realizados em casa.

    Estes treinos geralmente também não necessitam de um espaço altamente reservado para a prática do exercício. É possível realizar na sala de casa, afastando alguns móveis durante a execução.

    Também é interessante que os alunos conversem com o preparador físico de antemão para saber quais são as rotinas de treino que podem manter, considerando a situação de isolamento em que nos encontramos.

    A manutenção dessa aptidão também não precisa manter o ritmo ao qual o aluno já estava acostumado na academia, é possível replanejar com calma a rotina sem que se perca o que já foi conquistado.

    Use da própria força física, caso não tenha aparelhos em casa, é totalmente viável manter treinos de cárdio sem a necessidade de se utilizar uma esteira ergométrica.

    Benefícios de se manter ativo durante o tempo em casa

    A situação de pandemia por si só pode gerar uma queda do sistema imunológico, especialmente em pessoas mais idosas, que também são as mais afetadas pela doença.

    Manter uma rotina de exercícios durante a quarentena faz com que possamos melhorar a capacidade de resposta do nosso organismo, evitando que este sirva como hospedeiro e possa propagar ainda mais esse contágio.

    Treinar em casa também garante uma melhora na saúde mental e na qualidade de sono, afinal, a falta de rotina pode prejudicar o descanso corporal necessário para os músculos se regenerarem.

    Melhore a sua qualidade de vida e bem-estar durante a quarentena. Entre em contato para tirar dúvidas sobre treinos em casa e contrate os serviços do personal trainer Magnus.