Blog Magnus

    Exercícios físicos aumentando a qualidade de vida dos idosos

    Por Magnus Personal Trainer em

    Quando um ser humano atinge os 30 anos de idade, o seu corpo começa a perder massa muscular. Essa perda, entretanto, se torna mais visível a partir dos 60 anos de idade, chegando a comprometer a mobilidade.

    Assim, a ausência de atividade física aumenta o percentual de gordura e uma série de outras funções do corpo passam a não ter a mesma resposta que tinham durante a juventude. Portanto, a prática de exercícios físicos por idosos é algo que pode ajudar a combater esse cenário.

    Idoso fazendo exercício físico - Magnus Personal Trainer

    A importância das atividades físicas no combate ao sedentarismo

    Os hábitos de uma pessoa ao longo da sua vida podem acelerar as evidências do envelhecimento e, sem dúvidas, o sedentarismo está entre os principais contribuintes. Dessa forma, atividades físicas praticadas regularmente podem retardar o envelhecimento e tornar o estilo de vida de idosos mais saudável.

    Devido aos fatos destacados, é importante conhecer quais são as atividades físicas mais viáveis para idosos e tentar encaixá-las na rotina. A seguir, essas práticas serão abordadas em maiores detalhes.

    As atividades físicas recomendadas para idosos

    Em linhas gerais, é possível afirmar que as atividades mais recomendadas para os idosos são a caminhada, o alongamento, a dança, a musculação e as atividades realizadas na água. Isso se deve ao fato de que tais práticas são de pouco impacto, diminuindo o risco de lesões.

    Além disso, vale ressaltar que todos os exercícios físicos citados ajudam a desenvolver a flexibilidade e potencializam aspectos como a força muscular e o equilíbrio. Esses pontos ainda se somam ao fato de que as atividades físicas na terceira idade contribuem significativamente para a redução dos riscos de doenças cardíacas, diabetes e alguns tipos de câncer.

    A importância dos exercícios físicos para a redução dos índices de depressão

    Entretanto, é impossível deixar de ressaltar a contribuição que os exercícios têm para reduzir os índices de depressão em idosos, algo que vem crescendo no Brasil. De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade Federal do Maranhão, os casos da doença psicossomática na terceira idade variam entre 4,7% a 36,88%, a depender da intensidade.

    Em razão dos fatos destacados, outro ponto que merece ser ressaltado é que idosos devem dar preferência às atividades realizadas em grupo. Isso porque, além de trabalhar a parte física, importante para a manutenção da saúde corporal, as questões psicológicas poderão ser combatidas através da socialização.

    De acordo com Thiago da Silva Socoloski, do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF) de Chapecó (Santa Catarina), o mais importante é que a terceira idade encontre exercícios que melhorem a sua força nos membros inferiores, algo que pode ajudar a ampliar a sua autonomia e facilitar para a realização das suas atividades cotidianas de uma forma geral.

    Por fim, além de aumentar a energia e tonificar os músculos, a caminhada também atua no fortalecimento ósseo e ajuda a aumentar a energia de quem pratica.

    Para saber mais sobre o tema e outros ligados às rotinas de exercício, acesse o blog para ler outros artigos e entre em contato para contratar os serviços de personal trainer pelo WhatsApp!

    Deixe um Comentário

    Seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


%d blogueiros gostam disto: